A acne, também conhecida espinha, é uma das doenças de pele mais comum. Embora a acne possa ocorrer em qualquer idade, a maioria das pessoas que as têm são adolescentes e adultos jovens.

 

Acne-shutterstock_219714088

Causas:

Embora a causa exata ainda seja desconhecida, sabe-se que quatro fatores são importantes na formação desse quadro:

  • O excesso de óleo (sebo)
  • Poros entupidos
  • Bactérias
  • Inflamação.

O óleo excessivo chamado sebo, é produzido pelo nosso corpo produz para evitar que a pele resseque facilmente. O sebo tem sua sua produção aumentada dramaticamente durante a adolescência, quando os hormônios conhecidos como andrógenos estimulam a sua produção mais rapidamente.

Quando uma pessoa tem acne, o sebo pode não conseguir fluir livremente para a superfície da pele, o que pode gerar uma obstrução dos poros.

O Propionibacterium acnes (P. acnes) é uma bactéria encontrada na pele de todas as pessoas e cresce muito em quantidade quando há excesso de sebo e causa inflamação nos folículos (de onde saem os pêlos) e ao seu redor.

A inflamação é quem determina qual o tipo de acne se desenvolverá. Quando nenhuma ou mínima inflamação existe formam-se os “cravos” . Seu dermatologista pode chama isso de”comedão”.

As bactérias, P. acnes, podem produzir certas substâncias que atingem a pele ao redor dos poros formando uma pápula (uma bolinha vermelha) chamada de acne ou espinha), ou pústula (espinha com pús). Uma resposta inflamatória mais grave pode levar a um nódulo ou um cisto que são geralmente é doloroso. Nódulos e cistos são os tipos mais graves de lesões de acnes.

Dieta e sua pele:

A acne não é causada por alimentos específicos, mas determinados alimentos podem agravar a acne em algumas pessoas. Se determinados alimentos pioram sua acne, tente evitá-los.

Outras causas:

Estudos também demonstraram que outro fatores podem causar ou piorar a acne.
– A herança / genética.
– Hormônios (comentário: não é a menstruação que piora a acne, mas o fato de que em algumas mulheres a acne pode piorar nos períodos menstruais).
– Tensão emocional.

Cosméticos e Acne:
Pessoas com acne ou que têm a pele propensa a acne podem usar cosméticos. Para evitar que os poros obstruam pelos cosméticos, bem como produtos de higiene pessoal e filtros solares deve dizer rótulo de “não-comedogênicos” (não deve causar cravos ou espinhas pequenas). Este tipo de cosmético pode ser aplicado diariamente e deve ser removido a cada noite com sabonete neutro.
Os produtos usados para o cabelo também podem piorar a acne. Ao aplicar o fixador, gel ou outro produto para o cabelo, proteja o seu rosto para que o produto atinja a sua pele.

Tratamento:
Esperar que a acne melhore espontaneamente pode ser frustrante. Não tratar a acne pode também levar à formação de cicatrizes na pele, depressão e ansiedade. Para evitar estes problemas físicos e emocionais, os dermatologistas recomendam que a acne seja tratada precocemente. O Tratamento deve continuar enquanto for necessário para evitar a acne em curso.
Cuidado com as promessas de desaparecimento de acne de ” um dia para outro”.

A verdade é:
– Um tratamento “da noite para o dia” ou com “cura imediata” para a acne não existe.
– Tratamento de acne leva tempo (cerca de 4-8 semanas) para começar a mostrar resultados.
– O tratamento da acne deve contínuo para ser eficaz.
Você pode querer apertar espinhas para se livrar delas. Os dermatologistas não recomendam isto. O aperto, arranhão ou o constante tocar das espinhas tende a piorar a acne e até causar cicatrizes.
O dermatologista oferece muitos tratamentos eficazes. Antes de recomendar um plano de tratamento, serão considerados muitos fatores incluindo sexo, idade, tratamentos já realizados e a gravidade da acne.

Para as mulheres, outras considerações devem ser apontadas: se está grávida, amamentando ou se você está tentando engravidar, antes de iniciar qualquer tratamento para a acne, certifique-se de passar em consulta com seu dermatologista. Isto irá ajudá-lo a criar um plano de tratamento eficaz e seguro.

O medicamento para acne pode ser tópico (aplicado na pele) ou sistêmico (tomado por via oral e funciona dentro do corpo). Alguns pacientes recebem um plano de tratamento que combina o tratamento convencional com terapias de laser e luz, também.
O tratamento tópico:
– Este é o padrão para o tratamento da acne leve.
– A medicação tópica existe em várias formas, incluindo géis, loções e cremes. Seu dermatologista irá determinar a forma mais adequada para a sua pele.

O tratamento sistêmico da acne:
– Os antibióticos orais são o padrão de gestão de acne moderada a grave, e para acne que não responde aos medicamentos tópicos e/ou acne que cobre uma área maior do corpo.
A terapia de combinada (a utilização de duas ou mais drogas) usando antibióticos orais e medicamentos tópicos é muito usada pelos dermatologista.
Os anticoncepcionais que contém estrogênio que diminuem os efeitos dos hormônios masculinos (andrógenos) e pode ajudar algumas mulheres no controle da acne.

Um tratamento sistêmico que provavelmente já ouviu falar é a isotretinoína. Uma paciente que está grávida ou que possa engravidar NÃO deve tomar isotretinoína, NUNCA.

O risco de defeito de nascimento é extramamente alto. Mesmo tomado este medicamento durante um curto período, pois pode causar defeitos de nascimento.

Hoje, existem muitos tratamentos eficazes para acne, mas não existe um tratamento único que funcione para todos. Se você não vê os resultados desejados depois de quatro a oito semanas, você deve conversar com seu dermatologista.

Tratamento de cicatrizes de acne.
Avanços na investigação resultaram em uma variedade de tratamentos para cicatrizes de acne. Dermatologistas agora utilizam o laser, peelings, dermoabrasão, cirurgia e preenchedores de pele para tratamentos seguros e eficazes. Uma vez que as cicatrizes da acne são únicas e têm muitas vezes características complexas, os melhores resultados são observados com um plano de tratamento individualizado.

.

.


Para melhores resultados e com segurança procure sempre um especialista.


O médico dermatologista, é o especialista que realiza o diagnóstico, tratamento clínico e cirúrgico das doenças de pele, cabelos e unhas e exerce e também é o profissional capacitado na área de estética médica.


.